O QUE PRECISO SABER SOBRE VACINAÇÃO PARA MEU PET?

 

Você sabia que a vacinação do pet, assim como a dos tutores, segue a um calendário de acordo com a idade? O acompanhamento da carteirinha e a aplicação da vacina deve ser sempre feita por um médico veterinário. A vacinação periódica é importante e ajuda a manter o seu peludo saudável prevenindo-o de diversas zoonoses (doenças transmitidas dos animais para os homens) e enfermidades comuns entre cães e gatos.

A importância da vacina

Os filhotes de pets contam em seus primeiros dias de vida com os anticorpos fornecidos pelo leite materno para protegê-los de enfermidades, mas com o passar do tempo essa proteção desaparece e eles ficam vulneráveis. Ao ser vacinado, o filhote recebe uma pequena dose inativa, e até mesmo mortos, de vírus ou bactérias para estimular o sistema imunológico a produzir anticorpos contra estes agentes.

Quais as vacinas que devo conhecer para cães?

Para os cães, a regra geral e obrigatória é que em todo esquema de vacinação para cães deva constar a aplicação da vacina Múltipla Canina (V10) que protege contra: leptospirose, cinomose, parvovirose, parainfluenza, coronavírus, hepatite e doença respiratória causadas por adenovírus e a Antirrábica, que previne os cães da Raiva. A primeira deve ter a sua primeira dose aplicada entre 45 e 60 dias de vida do pet e a segunda a partir dos 120 dias.
Além destas, indica-se a aplicação de vacina contra tosse dos Canis (Traqueobronquite infecciosa) e a Vacina contra Giardíase.
O protocolo vacinal pode ter pequenas variações sugeridas pelo médico veterinário, mas em geral é o seguinte:
 
– 45 dias de idade: 1ª Dose Múltipla Canina
– Após 30 dias: 2ª Dose Múltipla Canina + 1ª Dose Tosse dos Canis
– Após 30 dias: 3ª Dose Múltipla Canina + 2ª Dose Tosse dos Canis
– Após 30 dias: 1ª Dose contra Giardíase + antirrábica
– Após 30 dias: 2ª Dose contra Giardíase - Reforço Anual
 

Para algumas raças, pode ser necessária até uma 4ª dose de Múltipla Canina, como o Rottweiller, especialmente devido a sua sensibilidade e susceptibilidade ao parvovírus. Animais que podem ter contatos frequentes com roedores devem também receber um reforço semestral da vacina contra leptospirose.

Quais as vacinas que devo conhecer para gatos?

Já para os felinos, apenas duas vacinas costumam ser rotineiramente aplicadas: a Múltipla Felina e a anti-rábica, seguindo o seguinte protocolo:
– 45 dias de idade: 1ª dose Múltipla Felina
– após 30 dias: 2ª dose Múltipla Felina
– após 30 dias: 3ª dose Múltipla Felina – após 30 dias: Antirrábica
– reforço anual
 
A vacina Múltipla Felina dos felinos protege contra o vírus da rinotraqueíte felina, calicivirus, panleucopenia e clamidiose. Assim como a importância da vacina, o local de aplicação é um fator para o qual o tutor deve prestar bastante atenção.

O médico veterinário é o único profissional capacitado em aplicar a vacina no seu peludo. A vacina deve ser mantida em local refrigerado adequado, com temperatura entre 2º e 8º C e na presença de dois termômetros para sempre verificar a qualidade da amostra. Em nossa Clínica, temos profissionais capacitados para ajudar o seu peludo.